A coleta seletiva na UFV

UM BREVE HISTÓRICO

Desde o ano de 1970 existem ações de coleta seletiva na Universidade Federal de Viçosa (UFV). Estas ações, que surgiram da organização voluntária da comunidade acadêmica, se inciaram com a coleta de papel para reciclagem em diversos setores. A partir de meados da década de 80, os recursos oriundos da venda do material para empresas recicladoras começaram a ser repassados à Associação Beneficente de Estudantes e Servidores da UFV – ASBEN (PUSCHMANN, R. et al., 2004).

mascote

Em 1995 foi criado o Projeto Reciclar, de cunho extensionista, com objetivo de divulgar a implementação, acompanhamento e planejamento da reciclagem no campus para a comunidade acadêmica e aos departamentos, além de oferecer capacitação técnica à comunidade. Com as ações do Projeto Reciclar, houve intensa divulgação da coleta seletiva utilizando-se de seminários, cursos, programas e “vinhetas” de televisão elaborados pela TV – Viçosa, que resultaram em um considerável aumento da quantidade de materiais recicláveis recolhidos no Campus. É extremamente importante frisar o papel do Projeto Reciclar na evolução do gerenciamento de resíduos no campus, no despertar de uma visão mais sustentável e na promoção da educação ambiental como forma de mudança de hábito de toda a instituição.

A coleta era realizada inicialmente por uma carroça com tração manual, mas, já no ano seguinte, 1996, começou a ser realizada duas vezes por semana em caminhão basculante sob coordenação da equipe do Serviço de Parques e Jardins). Nesse período, foram recolhidos 45 toneladas e, em 1996,  47 toneladas, contando com apenas 39 pontos de coleta, ampliando esses valores para 70, 84, 83 e 132 toneladas de 1998 a 2001, apresentados pela Figura 1 (PUSCHMANN, R. et al., 2004).

Após o ano de 2003, as quantidades de resíduo vieram diminuindo sistematicamente, mesmo com aumenta do número de estudantes e servidores no campus (OLIVEIRA, AQUINO e PUSCHMANN, 2010). A partir de 2010, a então Gerência de Resíduos e Rejeitos Tóxicos, Químicos, Biológicos e Radioativos (GRR)¹, começou a atuar em conjunto com o Projeto Reciclar e a Divisão de Parques e Jardins na organização da coleta seletiva. Atualmente, após o encerramento do projeto reciclar


¹ Gerência de Resíduos e Rejeitos Tóxicos, Químicos, Biológicos e Radioativos – GRR, em 2015, foi transformada em Divisão de Gerenciamento de Resíduos, agregando funções exercidas pela Divisão de Parques e Jardins e a GRR.

Informações sobre a coleta seletiva através do Guia de Coleta Seletiva Solidária da UFV.

© 2020 Universidade Federal de Viçosa - Todos os Direitos Reservados